M1 - Introdução

Terapia Cognitivo Comportamental e Psi+

Terapia Cognitivo e Psicologia Positiva

Primeiro vale lembrar que a psicologia positiva é definida como um movimento, como tal ela integra inúmeros conceitos e técnicas terapêuticas, incluindo as abordagens derivadas da Terapia Cognitivo Comportamental. Embora o objectivo principal da TCC seja tratar os sintomas (ou seja, um foco aparentemente negativo), existem várias técnicas baseadas na TCC que são congruentes com o objetivo psicologia positiva de também nutrir os pontos fortes existentes no paciente para melhorar o bem-estar emocional.

A abordagem da TCC tem um mérito considerável no estudo e tratamento de patologias como a depressão e a ansiedade, gerou um considerável número de publicações validando a efetividade das práticas cognitivas nesses quadros. Por outro lado, um dos pressupostos da psicologia positiva é não fixar só nas patologias, ir mais além e abranger dentro dos objetivos terapêuticos o foco e o desenvolvimento das virtudes humanas. Dessa maneira, podemos considerar que elas se complementam.

Muitas teorias e  intervenções situadas dentro do movimento da psicologia positiva utilizam o pressuposto cognitivo “original’, ou seja, a coneção implícita entre pensamento-emoção-comportamento, utilizadas por Albert Ellis, A Beck, entre outros. O estudo e desenvolvimento de constructos como o otimismo aprendido e a esperança, por exemplo, são abordados dentro de um perspectiva cognitiva, testando intervenções para incrementar as crenças e os pensamentos adaptativos, as avaliações positivas e as espectativas positivas de futuro.

Abaixo neste post, tem um vídeo de uma aula do Dr. Aaron Beck onde ele discute as semelhanças entre a terapia cognitiva comportamental e a psicologia positiva. O Dr. Beck explica que técnicas da psicologia positiva podem ser utilizadas como complementares ao tratamento cognitivo. Ambas TCC e PP podem ser eficazes em nutrir crenças construtivas em pacientes. Em seguida, ele ressalta a importância da PP no campo da prevençâo, seja em intervenções no âmbito do trabalho ou em instituições educacionais.

Psicologia Humanista e PP

O movimento da psicologia humanista como certeza é congruente com os princípios da psicologia positiva na valorização das virtudes humanas, a diferença porém está no fato de que o movimento atual da psicologia positiva tem como pressuposto básico o empirismo, todos postulados e estudos são fundamentados em estudos empíricos. Mas vale lembrar que o termo “psicologia Positiva” foi primeiramente utilizado por Maslow, em 1954.

"A ciência da psicologia tem sido muito bem sucedida mais no negativo do que no lado positivo, isso nos revelou muito sobre as deficiências do homem, suas doenças, seus perturbações, mas pouco sobre suas potencialidades, suas virtudes e suas aspirações psicológicas  alcançáveis. É como se a psicologia tenha voluntariamente se limitado apenas à metade da sua competência legítima,  a metade mais escura, mais vil. "   

Psicologia Transpessoal e PP

O mesmo vale para a psicologia transpessoal, mesmo tendo temas congruentes, a diferença é que o movimento atual da psicologia positiva tem como pressuposto básico o empirismo, todos seus postulados e estudos são fundamentados.

Vídeo de A Beck:

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Centro de Estudos em Psicologia Positiva.

Join Centro de Estudos em Psicologia Positiva

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Pena que não disponho de muitas habilidades com o idioma inglês! O vídeo deve ser excelente! Aproveito para fazer uma pergunta: qual a relação da Psicologia Positiva com  o inconsciente? Será que existe alguma relação? Um grande abraço e muito obrigada,. Márcia...

  • Sim também concordo que a PP pode ser utilizada também em casos aparentemente negativos, mas sempre trazendo a situação para o lado positivo com foco nas potencialidades do ser.

  • Tema pertinente para esclarecer as dúvidas.  Excelente  conteúdo.

This reply was deleted.

Biblioteca - TCC dos alunos

Introdução à Psicologia Positiva

Introdução à Psicologia Positiva

Olá,

Bem vindo ao Curso Online de Psicologia Positiva.

Esta é a página do Módulo 1. Introdução.

As páginas dos 4 módulos seguintes são abertas somente para os alunos inscritos.

Em cada Módulo você encontra:

  • Material didático. Arquivos PDF com as apostilas teóricas e descrição das práticas. Link para assistir as aulas gravadas. Áudios de meditações guiadas (Módulo 4).
  • Fórum de discussões. Para você colaborar com seus comentários e dúvidas. Caso queira postar, por favor faça um clique em " + Adicionar discussão ".

No módulo 2  "Forças e Virtudes", vamos abordar o teste VIA das 24 forças e virtudes, por favor, faça o teste no site do VIA. Reservem uns 20 min para responder.
Segue o link abaixo:
http://fabiomunhoz.pro.viasurvey.org/Account/Register

 

Abraços e tudo de bom!

Fábio

Conteúdo Programático

Módulo 1 - Introdução à Psicologia Positiva

1.1 – Introdução à Psicologia Positiva. História do movimento da Psicologia Positiva. O Modelo PERMA, dos 5 elementos do bem estar de Martim Seligmam.

1.2 - Positividade. Funções e efeitos das Emoções Negativas e Positivas na cognição, no comportamento e na saúde.

1.3 - O conceito de “Flow”, ou experiência ótima. Como os estados de fluir se correlacionam com felicidade, criatividade e realização.

1.4 – Neurociência e psicologia positiva. Efeitos cardiovasculasres das emoções positivas. Ocitocina e os estados afetivos.

Módulo 2 – Forças e Virtudes

Você irá aprender: como trabalhar com os resultados do teste VIA nas fases de identificação, exploração e plano de ação.

2.1 - Abordagem das Forças e Virtudes. A abordagem das Forças e Virtudes do Carater, segundo a classificação do VIA (www.viacharacter.org).

2.2 - Otimismo aprendido e resiliência. O modelo cognitivo e a psicologia positiva. Interesse pelo novo e amor ao aprendizado. Ciência da Gratidão.

2.3 – Relacionamentos sociais positivos. Gentileza e generosidade.

Módulo 3 – Aplicações da Psicologia Positiva

3.1 - Aplicações na clínica e no coaching (Coaching Positivo).Práticas da Psicologia Positiva utilizadas na Clínica e no Coaching. O foco na identificação e aplicação das forças e competências pessoais.

3.2 - Aplicações nas organizações. As aplições da Psicologia Positiva no campo organizacional são amplas, vão desde a identificação e cultivo dos fortalezas das organizações e seus colaboradores até o desenvolvimento de uma nova Cultura Organizacional de virtuozidade e colaboração.

3.3 – Aplicações na educação. Os princípios e práticas da Psicologia Positiva têm sido aplicados com sucesso no âmbito educacional. Seja na identificação das forças e virtudes dos alunos seja no incentivo das práticas das mesmas.

 Módulo 4 – Mindfulness e Psicologia Positiva

4.1 – O que é “mindfulness” ou atenção plena. Interfaces entre minfdulness e psicologia positiva. Abordagem cognitiva e mindfulness.

4.2 - Psicologia da atenção. Estudos e abordagens sobre a atenção.

4.3 - Aceitação e permissão para ser humano.

Módulo 5 –  Psicologia da Esperança e Compaixão

5.1 – Estudos e práticas da compaixão. Terapia focada na compaixão de P Gilbert, PhD. “Mindfull self-compassion” de K Neff, PhD. Estudos e práticas da meditação da compaixão. “loving kindnesss meditation”.

5.2 – Psicologia da Esperança. Abordagens acadêmicas da esperança. Teoria da Esperança de Snyder e os seus elementos: metas, caminhos e motivação. A abordagem da Dra K Herth, Herth Hope Index.

Módulo 6 - Vitalidade e florecimento.

6.1 – Vitalidade e  Psicologia Positiva. Atividade física, bem-estar e felicidade. Medicina mente-corpo. Estudos sobre os efeitos da atividade física no sono e no bem-estar.

FAÇA AGORA SUA INSCRIÇ^ÃO

Material Didático

Introdução à Psicologia Positiva

Assista ao vídeo:

 

Emoções Positivas e Flow

(aulas restritas aos inscritos)

 

INSCRIÇÕES ABERTAS

Faça já sua inscrição e garanta sua vaga!